Retrospectiva 2016

O ano de 2016 começou para Adenízia ainda na equipe de Osasco, na parte final da Superliga Feminina. A central teve mais uma boa temporada pela equipe paulista, que acabou eliminada nas semifinais da competição diante do time do Rio de Janeiro, em um confronto que precisou ser decidido apenas no terceiro jogo.

Maio foi o período de iniciar os treinos com a Seleção Brasileira, com uma pequena parada no dia 12 para conduzir a Tocha Olímpica em Governador Valadares. O mês também marcou a despedida oficial de Adenízia do Osasco após 15 anos de clube, com o anúncio oficial feito no dia 30.

O Grand Prix, em junho, foi importante para definir o grupo que iria à Olimpíada e dar confiança ao time, que fechou a competição com o título após uma final diante dos Estados Unidos.

A notícia que participaria de sua segunda Olimpíada veio em julho para Adenízia, com os últimos cortes confirmados. A centrar poderia realizar um sonho de disputar uma edição dos Jogos Olímpicos em casa, diante do seu torcedor.

No dia 6 de agosto de 2016, a Seleção Feminina de Vôlei estreou na Rio 2016 diante de Camarões, com uma vitória tranquila diante de Camarões. O placar se repetiria nos próximos quatro jogos, diante de Argentina, Japão, Coreia do Sul e a rival Rússia. 15 pontos e liderança tranquila para o Brasil no grupo.

No grupo B, porém, a perigosa seleção chinesa teve dificuldades e terminou na quarta posição, passando para as quartas de final para enfrentar o Brasil. Em um jogo nervoso e muito disputado, as chinesas venceram por 3 a 2 (15/25, 25/23, 25/22, 23/25 e 15/13) e tiraram o sonho do tri olímpico da Seleção, que seria o bi da Adenízia. Após a vitória, as chinesas ganharam confiança e seguiram rumo ao ouro olímpico.

A vida seguiu e Adenízia foi enfrentar novos desafios, dessa vez na Liga Italiana, uma das mais fortes do mundo. Foi apresentada no Savino del Bene Volley Scandicci para a temporada 2016/2017. Com alguns amistosos, Adê já se entendeu com a equipe e se transformou rapidamente em uma das mais eficientes centrais da Liga Italiana, onde a equipe de Firenze segue brigando pelas primeiras posições.

21 de dezembro de 2016