Brasil se mantem na zona de classificação do Grand Prix

A Seleção Brasileira saiu de Macau com um saldo negativo em relação as partidas válidas pelo Grand Prix. A equipe do técnico José Roberto Guimarães enfrentou Bélgica, China e Sérvia, mas venceu apenas as belgas. Apesar do resultado, as brasileiras ainda se classificariam para a próxima fase caso a etapa da competição terminasse hoje, com 4 pontos de vantagem para a Turquia, primeira fora da zona de acesso.

Na primeira partida, do outro lado da quadra estava a equipe sérvia. Depois de abrir 2 sets a 0, as brasileiras tomaram a vida, perdendo por apenas dois pontos no tie-break (16/18). No final, 3 a 2 para as sérvias (25/16, 31/29, 19/25, 19/25 e 16/18).

No dia seguinte, a Seleção Brasileira enfrentou a Bélgica, e apesar de ter perdido o primeiro set (23/25), mostrou sua força nas demais parciais e fechou o jogo em 3 sets a 1 (23/25, 25/19, 25/15 e 25/18).

Em seguida, as brasileiras fechavam sua participação no território chinês contra ninguém menos que as donas da casa. Apesar de um bom início no primeiro set, as brasileiras não foram capazes de superar as chinesas e perderam por 3 sets a 0 (25/23, 25/16 e 25/20).

Agora, as meninas do Brasil se preparam para uma nova sequência de jogos, desta vez na Turquia.  O primeiro jogo será contra a Itália, em 24 de junho. Depois, voltam a jogar nos dois dias seguintes, novamente contra a Bélgica (25/07) e a equipe local (26/07).

O Grand Prix antecede a realização dos Jogos Olímpicos. As brasileiras vão estrear contra Camarões, dia 6 de agosto, no Maracanãzinho.

(Foto: Alexandre Loureiro/CBV)

24 de junho de 2016